RSS

SELFIECISMO, a cultura do autorretrato que mostra a alma.

21 mar
SELFIECISMO, a cultura do autorretrato que mostra a alma.

Apresentação1   O fenômeno do momento são os famosos selfies, fotografias como autorretratos, feitos a partir de câmeras embutidas, em cada vez mais sofisticados, aparelhos de telefonia celular.
De uma brincadeira vaidosa se transforma, em muitos casos um vício que retrata a própria alma vaidosa e narcisista de grande parte da população. Outros tantos que o praticam de forma compulsiva querem fazer parte de uma sociedade do espetáculo e ter seus segundos de fama com elogios que na maioria das vezes não retrata o verdadeiro sentimento dos que os fizeram.
O selfiecista compulsivo chega a bater centenas de fotos por dia, muitos se arrumam e maquiam somente para isso, chegando a trocar de roupa, penteado e maquiagem várias vezes seguidas.
Outro fenômeno surgiu, que foi muito além da mera vaidade narcisista, surgiram os famosos nudes, selfies de partes ou totalidade de corpos nus que circulam nas redes sociais, em uma superexposição da sexualidade incrementado o sexo virtual e solitário, embora muitas vezes exposto a grupos de grande número de participantes.
A modernidade com a alta tecnologia nos traz surpresas diárias, com elas seus efeitos colaterais.
A facilidade e discrição de se poder fazer fotos de partes ou de todo o corpo nu, em ângulos e posições que no espelho não poderiam ser vistos, revelaram peculiaridades do corpo que agradaram a alguns, mas, aparentemente, há muitos desagradaram.
Os insatisfeitos com a forma física muscular, gordurinhas, celulites etc., mantêm verdadeiros arquivos de fotos, centenas, milhares, muitas tiradas ao logo do dia, para comparação após o início de uma dieta ou tratamento.
Uma pesquisa feita em consultórios, clinicas e academias revelou um aumento substancial de clientes que “descobriram algo errado” no corpo através de uma selfie.
Se isso pode parecer absurdo, só que mais absurdo é saber que procuram, depois de uma revelada selfie, dietas de emagrecimento, estímulo para desenvolvimento muscular, plásticas em regiões genitais, colocação de silicone e aplicação de Botox, implante de cabelos, lipoaspiração e, até mesmo, operação de hemorroidas.
Uma sociedade doente pode ser fotografa de um aparelho de celular, consegue fotografar a insanidade, consegue retratar suas neuroses, transformando uma simples foto digital em um instrumento de padronização, de consumismo exacerbado e de enriquecimento da indústria química, farmacêutica e da saúde doentia, um ser humano distorcido e modelado.
Ayrton Becalle

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 21 de março de 2016 em educaçãp e cultura

 

Tags: , , , , , ,

3 Respostas para “SELFIECISMO, a cultura do autorretrato que mostra a alma.

  1. Iran

    21 de março de 2016 at 8:43

    ???

    Curtido por 1 pessoa

     
  2. Iran

    21 de março de 2016 at 9:01

    Pois é… O inconsciente coletivo do brasileiro está em ebulição, haja vista que, diante dos aprisionamento culturais ao longo dos tempos, aliados à miséria intelectual e até ética e moral (?), não é de se estranhar que as pessoas queiram mostrar os seus “poderes de fogo” quanto a ostentação. Ou seja: EU SOU PODEROSO. A questão que pode ser debatida (?) é o vazio existencial, pois o que nos falta pode causar o exagero. Estaríamos diante de uma nova sociedade NARCISISTA E NEURÓTICA, em busca da autoafirmação e demonstração de poder para alcançarmos as respostas?

    Curtido por 1 pessoa

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: