RSS

Brasil apoia iniciativa da ONU para eliminar uso de crianças-soldado

10 mar

Em discurso no Conselho de Segurança, embaixador Antonio Patriota disse que com “vontade política”, meta para convencer governos a não recrutar menores pode ser atingida até 2016.

O Brasil manifestou seu apoio a uma proposta da ONU para acabar, até 2016, com o uso de recrutamentos de crianças-soldado por vários governos.

O tema foi debatido num encontro de alto nível do Conselho de Segurança, nesta sexta-feira, em Nova York.

Guerra de Adultos

O embaixador brasileiro, Antonio Patriota, disse que a meta pode ser alcançada com vontade política.

Patriota confirmou o apoio do Brasil aos esforços do Conselho de Segurança para poupar as crianças de um círculo de violência e do que ele chamou de “mais terríveis consequências” de guerras organizadas por adultos.

O debate, presidido pelo ministro das Relações Exteriores de Luxemburgo, reuniu representantes de mais de 60 países.

Direitos Humanos

O embaixador brasileiro afirmou que apesar de medidas para combater o recrutamento de crianças-soldado, em várias partes do mundo, a situação continua sendo um motivo de preocupação.

Ele citou o caso da Síria, descrito pelo chefe da ONU como “inaceitável”. Patriota falou ainda sobre relatos da própria ONU de que ambos os lados da guerra na Síria teriam cometido graves violações de direitos humanos contra crianças no país.

Antonio Patriota informou que o Brasil está facilitando a concessão de asilos a sírios que fogem do conflito. Ao tratar do tema de crianças-soldado, o embaixador lembrou de crianças palestinas e de menores na Serra Leoa.

Inclusão Social

Segundo o chefe da representação brasileira junto à ONU, para que os crimes contra menores em conflito possam ser erradicados, é preciso levar os autores das violações à justiça.

Ele encerrou o discurso, afirmando que em muitas situações de conflitos armados, o Conselho de Segurança deve dar mais atenção à prevenção e a promoção do desenvolvimento sustentável.

Para Patriota, a inclusão social e segurança alimentar ajudam a evitar conflitos evitando assim que milhões de menores caiam nas mãos de grupos armados.

ONU lança campanha contra uso de crianças-soldado

Iniciativa tem objetivo de acabar com recrutamento feito por forças de governos até 2016; Secretário-Geral afirmou que menores devem estar armados de canetas e livros e não armas.

A ONU lançou a campanha “Crianças, Não Soldados” para acabar com o recrutamento de menores em conflitos armados.

A iniciativa tem como objetivo forçar os governos mundiais a suspenderem o uso de crianças em suas forças militares até 2016.

Livros x Armas

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon, afirmou que os menores de idade devem estar armados de caneta e livros e não armas.

Segundo a ONU, milhares de meninos e meninas são recrutados por forças de governos e grupos de oposição para lutar em conflitos armados no mundo inteiro.

Eles são usados também como cozinheiros, mensageiros entre outros serviços. As meninas são, geralmente, recrutadas para exploração sexual.

Para Ban Ki-moon, todas essas crianças merecem proteção. Elas pertencem a escolas e não a exércitos ou grupos armados.

União

A representante especial para Crianças e Conflitos Armados, Leila Zerrougui, afirmou que nenhuma criança deveria ser usada por forças de governos.

Zerrougui disse que “chegou a hora de o mundo se unir e virar a página, de uma vez por todas, em relação ao recrutamento e o uso de menores de idade por forças de segurança em conflitos armados”.

Atualmente, oito países estão na lista dos que utilizam crianças em seus exércitos.

Desses oito países, seis firmaram um plano de ação com as Nações Unidas para combater o problema. São eles, Afeganistão, Chade, Mianmar, República Democrática do Congo, Somália e Sudão do Sul.

Os outros dois governos da lista, Iêmen e Sudão, expressaram compromisso em formar um exército sem crianças e estão negociando com a ONU.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de março de 2014 em Notícias e política

 

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: