RSS

OAB rebate críticas de bacharéis sobre exame da ordem

05 dez

O assessor jurídico do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Oswaldo Pinheiro Ribeiro Junior, rebateu há pouco as críticas dos bacharéis de que o exame da ordem tem a pretensão de verificar a qualidade do ensino de direito no País. Segundo ele, o objetivo da prova, na verdade, é aferir a qualidade técnica dos formados para exercer a profissão de advogado.

Na opinião de Ribeiro Junior, a taxa de R$ 200 cobrada para a realização do exame não é muito alta, se for levado em conta que a aplicação da prova envolve o trabalho de 15 mil pessoas, em 169 locais (nas capitais e no interior).

O assessor jurídico lembrou ainda que a OAB não impõe um limite de vagas e o candidato concorre contra ele mesmo. Na primeira fase, para ser aprovado no exame, o candidato deve acertar no mínimo 50% das questões. Na segunda etapa, a nota mínima para aprovação é de seis pontos em um total de dez.

Sem “pegadinhas” A representante da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Vivian Tavora, afirmou que as provas da ordem são feitas sem “pegadinhas” e verificadas anualmente para o aperfeiçoamento das questões apresentadas.

Atualmente, a OAB avalia e seleciona os itens produzidos pela FGV. Com as críticas, informou Vivian, as provas são reformuladas para que cheguem de maneira democrática aos candidatos. A correção é eletrônica e cada avaliador corrige apenas uma questão de cada prova e não tem acesso ao nome dos candidatos.

Os debatedores participam de audiência pública da Comissão de Legislação Participativa sobre a obrigatoriedade do exame da OAB.

 

Anúncios
 
 

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: